Idiomas:

::Notícia

Cesari tem primeira RPPN da região do ABC


Publicado em 23/06/2017


A Cesari e a Prefeitura de Santo André assinaram na tarde desta terça-feira, 20/06, o termo para a criação da primeira RPPN (Reserva Particular de Patrimônio Natural) da região do ABC.  O terreno está localizado na região da Vila de Paranapiacaba e tem 500 mil m², o que corresponde a metade do terreno da Base 5.

O pedido para criação desta área de preservação, batizada como Nascentes do Rio Mogi, foi uma iniciativa da Cesari, que, em 2010, encomendou um estudo a Fundação Florestal e constatou a existência de Mata Atlântica ainda intacta com fauna e flora características da região. No local, há presença de vegetação nativa da Mata Atlântica, além das nascentes de rios e diversidade da fauna e da flora. “Fizemos um levantamento em 2010, no qual foram encontradas 250 espécies de animais como jaguatiricas, uma grande diversidade de aves, além de animais específicos da região, como um tipo de sapo”, contou o gerente de engenharia Ruben Armando Espinoza Munoz.

A criação de uma RPPN é uma das alternativas de compensação ambiental prevista em lei. Com esta parceria, o terreno passa a ser um patrimônio público e a área passa a integrar o Sistema Nacional de Unidade de Conservação, conforme lei federal 9.985/2000. No Estado existem outras 87 RPPNs que preservam cerca de 21,6 mil hectares.

Além da criação da RPPN, a Cesari também está executando um reflorestamento de 6 mil mudas de árvores de Mata Atlântica em uma área de 15 mil metros quadrados, por conta de uma compensação ambiental a pedido da CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo).

A preservação ambiental é uma das prioridades da empresa e esta iniciativa vem parar firmar este compromisso. “Essa é a primeira ação que fazemos nesse sentido. Agora queremos levar a ideia para outras cidades como Cubatão, onde temos uma área com o mesmo potencial”, explicou Ruben.

A Cesari e a Prefeitura de Santo André assinaram na tarde desta terça-feira, 20/06, o termo para a criação da primeira RPPN (Reserva Particular de Patrimônio Natural) da região do ABC.  O terreno está localizado na região da Vila de Paranapiacaba e tem 500 mil m², o que corresponde a metade do terreno da Base 5.

O pedido para criação desta área de preservação, batizada como Nascentes do Rio Mogi, foi uma iniciativa da Cesari, que, em 2010, encomendou um estudo a Fundação Florestal e constatou a existência de Mata Atlântica ainda intacta com fauna e flora características da região. No local, há presença de vegetação nativa da Mata Atlântica, além das nascentes de rios e diversidade da fauna e da flora. “Fizemos um levantamento em 2010, no qual foram encontradas 250 espécies de animais como jaguatiricas, uma grande diversidade de aves, além de animais específicos da região, como um tipo de sapo”, contou o gerente de engenharia Ruben Armando Espinoza Munoz.

A criação de uma RPPN é uma das alternativas de compensação ambiental prevista em lei. Com esta parceria, o terreno passa a ser um patrimônio público e a área passa a integrar o Sistema Nacional de Unidade de Conservação, conforme lei federal 9.985/2000. No Estado existem outras 87 RPPNs que preservam cerca de 21,6 mil hectares.

Além da criação da RPPN, a Cesari também está executando um reflorestamento de 6 mil mudas de árvores de Mata Atlântica em uma área de 15 mil metros quadrados, por conta de uma compensação ambiental a pedido da CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo).

A preservação ambiental é uma das prioridades da empresa e esta iniciativa vem parar firmar este compromisso. “Essa é a primeira ação que fazemos nesse sentido. Agora queremos levar a ideia para outras cidades como Cubatão, onde temos uma área com o mesmo potencial”, explicou Ruben.